Caridade......

Ainda existe muita gente que não entende outra caridade,
além daquela que se veste de trajes humildes
aos sábados ou domingos para repartir
algum pão com os desfavorecidos da sorte,
que aguarda calamidades públicas para
manifestar-se ou que lança apelos
comovedores nos cartazes da imprensa.
Não podemos discutir as intenções louváveis
desse ou daquele grupo de pessoas;
contudo cabe-nos reconhecer que
o dom sublime é de sublime extensão.
A caridade, expressando amor cristão,
deve abranger todas as manifestações de nossas vidas.
Estender a mão e distribuir reconforto
é iniciar a execução da virtude excelsa.
Todas as potênciasdo espírito, no entanto,
devem ajustar-se ao preceito divino,
porque há caridade em falar e ouvir ,
impedir e favorecer, esquecer e recordar.
Tempo virá em que a boca, os ouvidos e os pés
serão aliados das mãos fraternas
nos serviços do bem supremo.
Cada pessoa, como cada coisa,
necessita da contribuição da bondade,
de modo particular.
Homens que dirigem ou que obedecem
reclama-lhe o concurso santo,
a fim de que sejam esclarecidos no departamento
da Casa de Deus, em que se encontram.
Sem amor sublimado,haverá sempre obscuridade,
gerando complicações.
Desempenha tuas mínimas tarefas
com caridade,desde agora.
Se não encontras retribuição espiritual,
no domínio do entendimento, em sentido imediato,
sabes que o Pai acompanha todos os filhos devotadamente.

Há pedras e espinheiros? Fixa-te em Jesus e passa.
Pão Nosso/Emmanuel-Chico Xavier

Nenhum comentário: